PROCURA FORNECEDOR?

No Dia dos Pais, três dicas de Eduardo Guinle

Tudo bem que no momento mais aguardado da celebração de casamento, quando as trompetas anunciam a chegada da noiva- aquele momento em que todos esperam para ver o vestido em seus mínimos detalhes e admirar a beleza dela – ninguém nem lembra de reparar a roupa do pai da noiva. Depois, na festa, nas fotos do casamento e no vídeo é que os convidados vão reparar se o pai estava de gravata borboleta, colete ou fraque. Por isso, ainda que o papel seja o de protagonista discreto, o pai da noiva precisa estar alinhadíssimo, no estilo. O estilista Eduardo Guinle, que está na contagem rumo aos 3000 ternos de noivos, nosso fornecedor da Seleção Manoela Cesar, tem dicas infalíveis. “Vestir o pai da noiva é um dos trabalhos mais prazerosos que existem. Cada pai tem um estilo – e tentamos respeitar a personalidade e adicionar muita elegância: afinal, é o pai da noiva que entra com ela no altar”, explica Eduardo Guinle.

1. Coletes são fundamentais para pais da noiva. Eles dão a elegância necessária para subir para o altar

2. O pai da noiva não pode estar com a mesma gravata dos padrinhos

3. O pai da noiva tem que estar com roupas sob medida – sempre!