PROCURA FORNECEDOR?

Quando a noiva é sua irmã

Faz quase dois anos, minha irmã se casou. E ela, que sempre foi indecisa, surpreendeu sabendo exatamente o que queria pro dia do seu casamento. Entre flores de papel na decoração, vestido cheio de renda e sabores deliciosos de bolo, chegamos ao assunto cerimônia. Foi então que ela me disse: “Quero que você fale na minha cerimônia. Não como celebrante, como irmã”. E aí, preciso dizer, estava lançada a tarefa mais difícil de todas. E a mais fácil também.

quando_a_noiva_e_sua_irma

É, porque falar sobre quem a gente conhece tão bem tem dessas coisas. Ao mesmo tempo em que é muito difícil, pela emoção, pela expectativa que se cria, pelo tanto que você tem vontade de agradar as pessoas que ama, é também fácil porque, afinal de contas, dois irmãos compartilham muita coisa. A começar porque aquilo que nos é mais valioso, nossos pais. Depois, o quarto, as bonecas, o videogame, as roupas, o secador de cabelo, as viagens de férias. E é desse compartilhar tão intenso que nascem as melhores histórias da nossa vida. Algumas das quais nos divertimos e nos emocionamos contando numa cerimônia de casamento.

quando_a_noiva_e_sua_irma2

Acredito que uma cerimônia de casamento só é única e verdadeira quando é pessoal. Por isso, me interesso tanto em conhecer a fundo os casais que me escolhem como celebrante. E por isso também, ao final das cerimônias, tanta gente pensa que sou uma amiga antiga dos noivos e não alguém que foi contratada pra essa função. Quero dizer que o que emociona mesmo é uma fala que venha de dentro da história. Não um sermão, mas um testemunho. Quando incentivo os noivos a convidarem alguém querido pra fazer algum discurso na cerimônia, estou buscando não uma fala de quem observa somente, mas de quem viveu e vive algo bonito com um dos noivos ou com o casal. E aí, quando eles convidam um irmão ou irmã, é algo realmente inesquecível.

quando_a_noiva_e_sua_irma3

Algumas noivas têm receio dessa ideia porque pensam que um irmão pode falar dela, mas talvez não fale tanto do casal. Bem, é claro que a cerimônia de casamento existe pra contar a história de amor do casal, mas não podemos esquecer que uma história de amor só se dá a partir de duas histórias de vida que se encontram. Então, é lindo quando a sua história de vida é celebrada na voz de um irmão, na voz de alguém que te conhece tão bem e que está tão feliz sabendo que você fez a escolha certa nesse dia tão bonito. Não acha? Eu tenho plena certeza disso.

quando_a_noiva_e_sua_irma4

Talvez seja pela relação tão próxima que tenho com a minha irmã, mas posso dizer que, depois de mais de 120 cerimônias celebradas, as cenas mais inesquecíveis que eu levo comigo dos casamentos são os discursos dos irmãos e a emoção sem fim no rosto do casal. A aliança que temos com eles é uma das mais bonitas que carregamos pela vida. Na hora de formar uma nova aliança, é sempre bom lembrar disso. Aos futuros noivos, que sonham com uma cerimônia única, fica essa singela dica.

Sobre o Colunista

Ilana Reznik cria e conduz cerimônias personalizadas de casamento. Ama escrever, ama gente, ama encontros, ama dias com sol, com nuvem, com chuva. Ama todos os dias. Acredita na delicadeza e no amor, e percebeu que não haveria melhor maneira de celebrá-lo do que participando com afeto e doçura do dia mais feliz da vida de pessoas que se escolheram como eternas companheiras.