PROCURA FORNECEDOR?

{Bouquets} Um papo com Suzana Galvão + DIY

Quase tão importante quanto o vestido, o bouquet que a noiva carrega em suas mãos atrai todos os olhares enquanto caminha para o altar. Para mim, tem uma coisa meio sagrada ali, como se o bouquet simbolizasse tudo o que a noiva colheu de melhor em si mesma para oferecer ao seu noivo e à nova vida que construirá com ele. Mas escolher o estilo certo exige algum conhecimento. É preciso levar em conta o modelo do vestido, o grau de formalidade da cerimônia, a época do ano, a combinação de flores, de cores, entre outros detalhes. Para nos esclarecer sobre o assunto, ouvimos a expert Suzana Galvão, proprietária da Bothanica Paulista. Desde que sua filha se casou, Suzana, que é uma das principais fornecedoras de flores para eventos em São Paulo, se viu no dificil e maravilhoso papel de “mãe de noiva”. Para compartilhar suas aventuras do lado de lá, ela criou o excelente blog www.cultivandoelegancia.wordpress.com.

Existe alguma “tendência” nos bouquets atuais? Alguma flor, adorno, que esteja em alta e que você recomende? Sim, os bouquets mais naturais estão em alta, aqueles tipo maço e não os aramados ou “montados”. Mas é claro que as flores e os adornos devem ter sentido com o vestido e personalidade da noiva e não com eventuais tendencias…

Qual o modelo de bouquet mais recomendado para cerimonias ao ar livre diurnas?  Qualquer um que tenha cabo para poder ficar na água até o horário da cerimônia… Pois ar livre + diurno = sol e calor, na maioria das vezes!

Quais sao as flores do verão? As coloridas, pasteis ou cítricas.

Quais as flores do inverno? Rosas, callas e cravos.

E qual é a melhor aposta nas cerimonias formais, noturnas? Orquídeas.

Que flores não devem jamais estar em um bouquet (existe alguma regrinha)? As que murchem demais ou tenham cheiro esquisito tipo goivo ou arruda. 

Como conciliar vestidoX bouquet? Bom senso sempre… Mas vestido curto com bouquet longo é desproporcional, por exemplo. Ao mesmo tempo em que vestidos longos podem qualquer coisa. No entanto, as noivas muito miúdas que não devem usar bouquets muito grandes.

Quais são as cores que a noiva pode apostar sem erros? Gosto de bouquets claros ou verdes.  Apesar de alegres, os coloridos são bem mais dificeis de usar.

Existem diferentes estilos de bouquets. Como podemos classificá-los? Podemos dividir os bouquets de noiva em 3 formatos básicos:Os redondos, que são mais formais, compactos e cheios (podem ser delicados se as flores forem miudas e imponentes se forem maiores). Os redondos são os mais indicados para cerimonias longas ou locais muito quentes pois as flores ficam “seguras” uma pela outra e os cabos podem ficar mergulhados na agua até momentos antes do uso. Os pendentes: aqueles bouquets caídos, de princesa, que podem ganhar releituras com folhagens verdes e tamanhos maiores, para noivas mais ousadas. E os de maço informal: este modelo engloba desde os bouquets retos modernos de lirios, callas ou tulipas, sem misturas, até os verdes naturais, tipo “colhi no meu jardim e vim..”. São ideais para casamentos ao ar livre.

Redondo (acima) é o mais formal. Pendente (abaixo) são mais românticos, estilo princesa.

E abaixo, o estilo maço informal, ideal para casamentos mais casuais, de dia, ao ar livre.

Abaixo, Suzana ensina um passo a passo para quem quiser arriscar um bouquet bem ao estilo DIY.  Vamos tentar?

Lista de material sugerida:

Flores de rosa, hortênsia, angélica, semente de ligustro, folhas de evonimus;

Tesoura de plantio;

Vaso limpo.