PROCURA FORNECEDOR?

Bruna Vaz ♥ Daniel Maia

Minha terapeuta me dizia que, no amor, a gente precisa exercitar “a arte de deixar ir”. Budista, ela me falava: “deixa solto. Se voltar é teu. Se não voltar, é porque nunca foi”. O post de hoje comprova esta máxima, quando tem de ser, é e pronto. O Universo não brinca em serviço, não é verdade? A Bruna e o Daniel se conheceram na adolescência, super novos, naquela época da descoberta do verbo “ficar”, das matinês, dos amigos dos amigos que colocavam pilha… Pois bem, eles eram muito novos. E mesmo assim, seguiram ficando, se apaixonaram de verdade.

Moravam longe – ela no Rio e ele em Teresópolis – mas se viam todo fim de semana, namoro sério. Um ano passou. E era o ano de 1998, Copa do Mundo, muitas emoções. Idas e vindas até 2005. De lá até 2010, a coisa fica seríssima, eles começam a morar juntos. Sim, eles moraram juntos nada menos do que 5 anos antes de casar (!). Na verdade, eles nem pensavam em casar. Até que, em 2010, veio a separação. O motivo? Estavam em momentos diferentes. Afinal, né, precisavam descobrir quem eles eram sem ter o outro do lado, precisam resgatar a individualidade. Mas, eis que depois de dois anos separados, eles se reencontraram e voltaram a ficar (escondidos, para não dar expectativas a ninguém, nem a eles mesmos). E se descobriram completamente a-pai-xo-na-dos novamente. Pode isso? Pode! Eles eram outras pessoas, amadureceram, cresceram, viveram outras histórias, maaaas, quando o amor é teu, é teu.  Simples assim.

– Estávamos APAIXONADOS de novo. Éramos outros, crescemos, vivemos, nos descobrimos e amadurecemos. Com isso, descobrimos que podíamos reinventar o nosso relacionamento, o nosso amor. E foi assim! Ficamos, o Dani me pediu em namoro, me chamou para voltar a morar juntos… E pedido de casamento nunca tinha passado na minha cabeça. O Dani é um cara prático, não gosta de coisas melosas, sabe? Mas, no fundo no fundo, é um cara super romântico. Já estava super feliz com o nosso novo relacionamento, mas achava que faltava algo para fazer diferente do que fizemos no passado. E num dia, o Dani chega com uma sacola com um cartão e uma caixinha. Fui direto para o cartão e lá estava:

“Que tal oficializarmos a nossa linda historia de Amor? Quer casar comigo?”

– Me lembro de ter abraçado tanto o Dani, dele chegar a dizer que estava machucando ele (risos)! Foi lindo! Simples, mas lindo!! Foi um momento nosso!!!

Thiago Okimoto

Primeiro, eles casaram só no civil, seguido de um almocinho delícia, bem no estilo miniwedding para a família. Depois, com calma, organizaram a festa para celebrar com todos.

–  Quando trabalhávamos no Centro do Rio, íamos muito almoçar na Confeitaria Colombo. É um lugar lindo, cheio de história e bem do jeito que queríamos! Por sorte, tinha vaga dia 04 de maio de 2013 (1 ano depois do pedido)! Não queríamos nada igual a outros casamentos. Sou designer e queria colocar nossa personalidade na festa. Desenvolvi o convite à partir do chão maravilhoso da Colombo. Depois, criei o menu, papelzinho de recado, tag para as sapatilhas, kit para o banheiro. Minha mãe é uma artesã maravilhosa e com ela desenvolvi as almofadas dos lounges, os corações que penduramos nas cadeiras dos convidados e ela ainda fez meu bouquet lindo. Ela é demais!

Na decoração, cada mesa tinha um tipo de arranjo e o casal apostou em um cantinho de recados com carimbos, adesivos e canetas para as mensagens. Daniel escolheu as cores das flores e pediu arranjos altos.

– O Colher de Chá me ajudou muito nas ideias!!! E a minha querida cerimonialista, Beatriz Dias,  foi um achado, assim como a equipe da Colombo!Fui em busca do fotógrafo e encontrei o Thiago Okimoto, me apaixonei! Foi um processo delicioso. A Lia, sua mulher e assistente, foi demais de atenciosa e carinhosa. Que casal! Resovido isso, fui atrás da Oui Filmes. Meu vestido foi uma saga, lógico! Como já tinha o que queria na cabeça, demorei um pouco antes de achar “o” vestido.  Encontrei na Internoivas. Lindo, exatamente como queria e sonhava: renda, tule, decote nas costas…. A única coisa que não estava 100% era o cinto que vinha com ele, mas achei na internet um cinto de pérolas lindo e que casou perfeitamente. O meu sapato foi uma grande amiga minha de anos que me emprestou. Foi o sapato que ela usou no casamento dela. Emocionante.

No grande dia, Bruna optou por se arrumar em sua casa, com a mãe, as madrinhas e o querido cachorro Timoteo. Ele não podia faltar (estava até representado no topo de bolo de toyart).

– Meu pai chegou no final do dia para me buscar. No caminho da Colombo, o Thiago, fotógrafo, teve a ideia de pararmos no Paço Imperial para tirar umas fotos. Que demais! Emocionante! As fotos ficaram lindas.

A cerimônia foi celebrada por dois grandes amigos do casal e os músicos foram os tios do Daniel. Ou seja, cerimonia única, só deles mesmo! A emoção da Bruna foi enorme, como a gente viu ontem no vídeo.

– Ver todas aquelas pessoas queridas na celebração do nosso amor, não consegui segurar o choro. E o Daniel? Estava ultra emocionado. Foi incrível. Entrei com a nossa música “just staring over” do John Lennon, tocada pelo piano e baixo. A cerimonia foi emocionante do começo ao fim, com muito choro e muita risada! Deliciosa!!! Nosso pajem foi nosso sobrinho postiço (filho de grandes amigos) ele entrou de rayban e fez um mega sucesso!

Vamos conferir pelas lentes do fotógrafo Thiago Okimoto? Aliás, fiquei impressionada em como o Thiago extraiu luz e contrastes lindos neste casamento, e fez bonito na iluminação indireta da Colombo.

painel Bruna e Daniel Colher de Chá Noivas

Fornecedores casamentos reais

Local, Buffet, Bolo, Doces e Decor: Confeitaria Colombo | Fotografia: Thiago Okimoto | Vídeo: Oui Filmes | Papelaria e identidade visual do casamento:  Carambolas Design (noiva) bruna@carambolas.com.br  – 8873-5325 | Grinalda, Bouquet, Saquinho das Sapatilhas, Corações, Almofadas, Grinalda: Angela Vaz (mãe da noiva) 2259-9016 – 8736-9457 | Bem Casado (brownie com doce de leite): Confeito Design | Bem Casado (ovos moles): Elvira Bona – 2547-0095 | Vestido: Internoivas | Make Up & Hair: Dani Koubert