PROCURA FORNECEDOR?

Juliana ♥ Bernardo

Tenho uma alegria super especial em compartilhar com vocês hoje o casamento da Juliana e do Bernardo, que aconteceu aqui no Rio, no Clube dos Marimbás, de frente para o mar de Copacabana. Conheci a Ju na confeitaria Paradis, em junho deste ano, e foi amor à primeira vista. De cara, já senti que ela era uma pessoa daquelas que a gente quer ter sempre por perto. E, desde então, minha amizade e carinho por ela só cresce a cada dia. A Ju consegue ser extremamente doce e, ao mesmo tempo, chegar a uma reunião com fornecedores do casamento dirigindo uma moto, com capacete pendurado no braço. Sim, esta é a Ju.

Tive a honra de acompanhar os preparativos do casamento, de estar lá com ela no grande dia e, agora, de compartilhar esta linda história de amor entre ela e o Bê aqui no blog. Tudo foi planejado com muito carinho, tendo as ideias costuradas pelas mãos dos noivos, o que fez com que os convidados se sentissem integrados à história daquelas famílias, como se estivessem de fato partilhando de uma festa na casa deles.

Abaixo, alguns (porque foram muitos!) detalhes que amamos,  o depoimento da noiva e as fotos de Jann La Pointe com fotógrafa convidada Malu Veira.

– O convite foi feito pelo próprio noivo, o Bernardo, que arrasou no design e na ilustração (postamos o convite aqui, lembram?);

– A mesma ilustração do convite foi reproduzida no chão da pista de dança, em formato de um grande coração, foi uma surpresa linda para quem entrava no salão;

– A decoração e alguns detalhes foram feitos no tom da Tiffany, que casou super bem com detalhes em vermelho. Uma combinação super acertada da decoradora Veronica 

– O topo de bolo foi pintado à mão pela noiva (que também se mostrou uma artista);

– O bouquet foi feito em tecido e as flores azuis eram retalhos de uma blusa que a mãe de criação de Ju usava. Ela já faleceu e foi uma forma de homenageá-la;

– O bouquet era na verdade composto de sete minibouquets, que foram divididos entre as madrinhas e as avós de Ju – que, por sua vez, foram damas de honra (eu chorei ao vê-las entrando, claro);

– No lugar do tradicional “lá vem a noiva”, a Ju escreveu um recadinho num quadro para o pajem levar para o altar.

–Para homenagear a irmã – com quem assistia mil vezes o filme “A Pequena Sereia” na infância – Ju colocou a música da personagem Ariel, instrumental, para a entrada das madrinhas (e eu, que, coincidentemente, tenho a mesma relação com o filme e com a minha irmã, me arrepiei);

Xícaras antiguinhas, literamente da casa da vovó da Ju, foram recheadas por parafina e pavio para serem incorporadas à decoração como charmosos centros de mesa.

Posso dizer que tive um casamento dos sonhos, irretocável. E com a nossa cara. Para isso, fiz questão de cuidar de cada detalhe e o Bernardo também participou muito. Foi ele quem fez os convites em cima de um desenho meu e também fez o nosso site. Nas reuniões com o DJ eu só balançava a cabeça concordando com tudo que eles decidiam. A música da minha entrada o Be escolheu, eu só descobri na hora de entrar e foi cantada por um grande amigo meu, Rafael Siano, já entrei com vontade de chorar! Aliás a cerimônia foi uma grande choradeira coletiva, tivemos minha madrasta como juíza de paz, meu pai fez questão de falar algumas palavras e quando trocamos os votos escritos por nós as lágrimas não paravam mais de descer!

 Queria que a festa tivesse a nossa cara, mas é muito importante saber a hora de passar a bola para um profissional. E pude contar com os melhores! Meus fornecedores me ajudaram muito a tornar o sonho em realidade. A Verônica, por exemplo, soube com maestria incorporar à decoração as louças da minha avó, bem como vários outros detalhes.

 Delegar aos fornecedores foi fundamental para ter tempo. Como eu sempre gostei de DIY e trabalhos manuais fui inventando um monte de detalhes que ia fazendo a cada tempinho livre. Para serem nossos topos de bolo pintei à mão moedores de sal e pimenta. Também fiz as pimentinhas de tecido que foram colocadas pelos manobristas nos carros, montei as caixinhas para os macarons, fiz sacolinha de brinde para as crianças, sais relaxantes para os pés das minhas convidadas e na hora de fazer os 300 vidros de geleia de pimenta minhas amigas e família ajudaram muito. Até minha avozinha arregaçou as mangas e foi mexer panela!

 Se tenho uma dica para passar adiante é “Não economize carinho ao planejar seu casamento”. Vale muito a pena! Uma amostra disso foi o meu bouquet, feito com o tecido de uma blusa da senhora que me criou, que é muito importante para mim e que já faleceu há alguns anos. Além disso, o bouquet era dividido em sete mini bouquets. Após a cerimônia, cada um foi colocado em uma caixa bem bonita e pude surpreender minhas melhores amigas e minha avó. Nos bouquezinhos ainda tinham medalhinhas com os nomes delas gravados, foi muita emoção! Eu amei nosso casamento! Casar é uma experiência inesquecível, deliciosa e única. As emoções que eu senti naquela noite e nos meses que a antecederam são indescritíveis.

 

Lugar: Clube dos Marimbás  | Cerimonial: Lu Amoedo + Veronica Correa  | Decoração: Veronica Correa  | Buffet: Maria Luiza Buffet  | Drinks: Roger Bastos  | Papelaria: Bernardo, o noivo | Macarons: Paradis  | Chocolates: Cacahuá (Brasília)  | Fludens: Gutessen  | Celebrante: Monica Teixeira Vieira  | Fotos: Jann La Pointe e Malu Vieira (convidada)  | Vídeo: Léo Goifman  | DJ: Kahl  | Vestido: Cymbeline Paris  | Bouquet: Morgana Bastos  | Sapato: Sonia Barreto  | Cabelo e Make Up: Nat Rosa  | Alianças: desenhadas pelo pai da noiva  | Jóias: One Cora | Hotel: Sofitel