PROCURA FORNECEDOR?

Dicas de viagem para Amsterdam

Confesso: com verdadeira fixação na família Habsburg e no filme The Sound Of Music, ir para Amsterdam estava sendo encarado, por mim, como “uma cidade bacaninha para eu passar o tempo até chegar na minha sonhada Áustria. Ok, Vienna e Salzburg de fato foram incríveis. Mas o prêmio Melhor Revelação das férias 2015 vai para Amsterdam. Muito já tinha ouvido falar que se tratava de uma cidade sensacional, linda, libertária, deliciosa. Mas estar lá conseguiu fazer os elogios parecerem não fazer jus à realidade: Amsterdam é a cidade mais bonita do mundo. A mais antenada, a mais “design”, a mais cabeça aberta, a mais limpa, a mais organizada, a mais cosmopolita sem perder sua identidade. Se estou exagerando? Pode até ser. Mas visita e depois me conta? Duvido que você não sinta o mesmo! Amsterdam é vida.

amsterdam-canals

O VÔO KLM RIO – AMSTERDAM

Compramos o vôo pela KLM, Rio-Amsterdam, que leva cerca de 11 horas. Como estávamos com meu pequeno de quatro anos, sempre temos aquela apreensão: será que ele vai dormir no vôo. Para nosso sossego, filhote dormiu super bem. Ufa! O vôo da KLM costuma ser muito confortável, com comissários simpáticos e atenciosos. E uma coisa super bonitinha que é novidade: as normas de segurança são ensinadas em um vídeo de stop motion que utilizou mais de 1000 azulejos pintados à mão, um por um. Um trabalho muito delicado, que expressa uma das principais artes da Holanda, a azulejaria em porcelana. Vale o play para entrar no clima:

A comissária de bordo que serviu de modelo para os artesãos é realmente uma comissária de bordo da KLM e é a voz dela que se ouve durante a animação.
Amsterdam_Antonio_KLM

Assim como no novo filme de segurança de vôo, a restauração da Classe Econômica da KLM seguiu o novo conceito “Tasty Blue”, também inspirado pelo design Delftware. Os carrinhos, os talheres e os copos apresentam detalhes ou elementos Delftware. Isto está em perfeito acordo em casas em miniatura da KLM, que foram introduzidas aos passageiros da World Business Class desde os anos 1950. Hey, KLM, eu bem queria receber esta coleção toda! As casinhas rendem homenagens à arquitetura singular da cidade: cada prédio tem um telhado diferente, o que faz com que o skyline seja realmente encantador!

KLM-houses

 

Ao desembarcar em Amsterdam, o trajeto do aeroporto internacional para a cidade, de taxi, leva cerca de 30 minutos e custa em torno de 30 euros. Mas é possível pegar um trem dentro do próprio aeroporto, que te deixa no coração da cidade, a estação Amsterdam Centraal, em pouco mais do que 10 minutos (os nossos três bilhetes custaram menos de 10 euros). Ao sair da estação, vire-se de costas e aprecie a linda arquitetura da ferroviária. Vale uma selfie! ;)

Amsterdam_Blog_Colher_de_Chá_Viagens_3

 

Diante do Rijksmuseum Amsterdam fica o famoso letreiro do I Amsterdam e é deste city card que eu quero falar. Logo em frente à estação Amsterdam Centraal, fica a sede da I Amsterdam. Recomendo que vocês aproveitem para passar direto lá e comprar os cartões. Fizemos algumas contas e este é de fato o melhor custo benefício para quem deseja fazer o canal cruiser (tour de barco pelo canais) e visitar mais de três museus. Se esta é sua intenção, vale super a pena. Depois, claro, não deixe de ir até o letreiro (pelo menos tentar) fazer sua foto lá.

I_amsterdam_Blog_viagens

Confesso que o máximo que conseguimos de espaço para fotografar foi este da foto abaixo (rs). Pessoas de todos os lugares do mundo sobem em cima das letras enquanto os outros ficam aguardando para subir em seguida e garantir seu clique. Para conseguir fazer uma foto que identificasse meus meninos em meio ao formigueiro, tive de fazer de muito perto, mas está valendo! Estivemos lá, e isso é o que importa!

Amsterdam_14

A parte mais aconchegante da cidade, com toda certeza, está ao redor dos três principais canais de Amsterdam: Herengracht, Keizersgracht e Prinsengracht. De acordo com o guia da KLM, os canais foram construídos juntos, a partir do ano de 1612, como parte de um projeto de expansão, planejado por Cornelis Staets. Quando o projeto ficou pronto, 50 anos depois, Amsterdam passou a ter o mais eficiente e sofisticado sistema hidroviário do mundo. Um sistema de vários canais de conexão possibilitou que bens e mercadorias do mundo inteiro fossem entregues diretamente na porta de centenas de comerciantes.
Amsterdam_Blog_Colher_de_Chá_Viagens_2

Hoje, os canais são visitados por milhares e milhares de pessoas, todos os dias, e nós não ficamos de fora. Fizemos um tour do Canal Cruiser. O passeio leva cerca de uma hora e percorre os diferente canais tendo o cuidado de passar em frente aos principais pontos turísticos. Levei um susto quando a pequena embarcação foi parar em um mar amplo, bem do lado de um enorme cruzeiro – quem me conhece sabe que eu tenho pavooor de navegar em mar aberto. Mas não era mar. Simplesmente uma parte gigante do rio que desagua em Amsterdam formando os canais. Era só para mostrar uma parte mais contemporânea da cidade e logo logo o barquinho voltou pra segurança do canais – ufa!

Amsterdam_Blog_Colher_de_Cha_Viagens_5

O lindo canal Prinsengracht (meu filhote gosta de fazer cara de monstro nas fotos, rs)

Depois de uma caminhada pelas ruas que ficam à beira dos canais, um dos mais deliciosos passeios para fazer com crianças em Amsterdam é ir ao Vondelpark, o “Central Park” dos holandeses. Destaco as diversas pracinhas com brinquedos bem bacanas e tudo super limpo e bem cuidado (ficamos hoooras numa mini tirolesa, meu pequeno sempre queria “de novo”, “de novo”…).

Amsterdam_Blog_Colher_de_Chá_Viagens_1

Bem perto do Vondelpark é possível alugar bicicletas em diferentes estilos e modelos

Mas como a graça de Amsterdam é andar de bicicleta como quem anda a pé, bem perto do Vondelpark é possível alugar bikes dos mais diversos estilos e modelos na MacBike. Alugamos este modelo com cesta própria para carregar até duas crianças, munida com um pequeno banco e cinto de segurança para os pequenos. Custou 15 Euros por três horas de passeio. Como, infelizmente, preciso admitir que não me garanto muito no volante de uma bicicleta em meio a um monte de outras passando super próximo em alta velocidade (Amsterdam é quase um rali de bikes) fizemos uma façanha: conseguimos nos equilibrar, os três (!), numa mesma bike, com meu marido dirigindo, eu no banco do carona (hehe) e nosso filhote na cestinha. Foi divertidíssimo!

OS MUSEUS: VAN GOGH, HERMITAGE E VAN LOON

Dos diversos museus que existem em Amsterdam, optamos por visitar três: , Hermitage Amsterdam e o Museum Van Loon. Demos um golaço sem saber: estávamos na cidade no dia que estreou a exposição Munch : Van Gogh, no Museu Van Gogh. É emocionante. Chorei.

Van Gogh_Munch

Estava em Amsterdam na estreia da exposição Van Gogh–Munch. Desnecessário elogiar, né?

No Hermitage, outro gol: Alexander, Napoleon & Joséphine (esta acabou de sair de cartaz…!) Uma pena não ser permitido fotografar esta exposição, pois adoraria compartilhar aqui o acervo incrível que apresenta. Para quem pesquisa a história do imperador, como eu, foi uma Disneyland: quadros famosíssimos, indumentária, objetos pessoais, espadas. Meu filho adorou, se sentiu vendo um filme de cavalheiros.

Amsterdam_Colher_de_Cha_Viagens_09

No Hermitage Amsterdam, a exposição sobre Napoleon, Joséphine e Alexander traz um acervo incrível

Museum Van Loon é um museu calminho, onde ainda se mantém o mobiliário e a decoração originais da família Van Loon, que morou lá no século XIX. O que me chamou atenção, na verdade, é que o Museu é uma linda opção de locação para casamentos em Amsterdam. Portanto, se você busca um destination wedding em Amsterdam, este museu pode ser uma linda solução!

Amsterdam_Museum_Van_Loon_Blog_Viagens

HOTEL KEIZERSHOF

Hotel_Amsterdam_Keizershof

Como estávamos viajando com criança, a localização próxima ao coração da cidade e o facilitador de ter uma cozinha à disposição, fora o ótimo custo/benefício, nos fez optar pelo familiar Hotel Keizershof (ele é bem cotado mas não integra o Top10 do TripAdvisor). Os donos são uma família super simpática que mora no primeiro andar do prédio. E é na ampla cozinha deles que os hóspedes tomam o café da manhã, dividindo um mesão. É bem aconchegante e as conversas com os outros hóspedes sempre resulta em uma boa troca de dicas de roteiro. Mas atenção quem busca a liberdade de Amsterdam, este hotel tem um perfil família e não é permitido fumar lá dentro. Got it?

Anne-Frank-House-Amsterdam

ANNE FRANK: MENÇÃO HONROSA

É verdade, não fomos a Anne Frank House. além da fila ser quilométrica (mesmo para quem já tem os ingressos), trata-se de algo tão avassalador e terrível, tão impossível de não ficar deprimido por dias e dias, que poupamos nossa família desta vez. Eu quero voltar lá, sem meu filho, para homenagear Anne, agradecer por humanizar os “dados”, mostrar que não eram números, “milhares”, eram seres humanos, que sentiam, que se apaixonavam, que se encantavam pela vida, que tinham medo, que sofriam. Mas ainda é muito cedo para meu filho, de apenas 4 anos, tomar contato com o lado sombrio do ser humano.  De todo modo, fica aqui registrada minha singela menção à Anne. Onde quer que esteja, receba nossa admiração por sua coragem de transpor pro papel seus sentimentos mais íntimos.