PROCURA FORNECEDOR?

10 Dicas para montar o álbum de casamento

A empresária recém-casada Juliana Salmon me escreveu para fazer um desabafo: selecionar cerca de 80 fotos para seu álbum de casamento entre as muuuuitas e lindas opções entregues pela querida Jann La Pointe está sendo mais difícil do que toda a fase de preparativos do casamento! Também pudera, as fotos estão lindas demais mesmo, vocês lembram? Postamos aqui. O mesmo “problema” aflige outras tantas ex-noivas queridas, como a amiga Carol Zoccoli, que se casou no ano passado e começou a carregar com ela o CD de fotos para onde vai no intuito de acelerar a escolha, e a designer Marianne Lopes, que diz estar completamente enlouquecida na missão de montar este delicioso patchwork de memórias chamado álbum de casamento.

Dicas para selecionar as fotos para o álbum de Casamento

–  Fiquei muito perdida na hora de começar a fazer o álbum e vi que várias amigas recém-casadas passam pelo mesmo drama! No início, eu estava muito preocupada em ter no álbum fotos das pessoas que vão querer vê-lo pronto, e acabei pensando coisas como “aquela tia tem que entrar, aqueles amigos também, e eu nem fiquei tão bem nesta foto, mas preciso colocar porque aparece o fulano”. Quando vi já tinha separado 30 fotos que só entrariam para agradar os outros – conta Juliana.

Muito comum, este dilema de “querer agradar” parece realmente uma sinuca de bico. Afinal, o casamento é um momento de confraternização, de comunhão, é normal que as pessoas queiram ser prestigiadas e lembradas em belas fotografias.

Mas, Juliana chegou a uma solução muito bacana que acho que vale como dica para todas as nossas leitoras: o álbum do casamento não deve ser pensado para os convidados, mas para o casal, para os filhos do casal e, principalmente, para ser o marco atemporal da grande história de amor que começou naquele dia especial. Para resolver a questão dos convidados queridos, uma ideia prática, elegante e muito carinhosa:

– Vou selecionar as fotos dos convidados que eu queria prestigiar mas que não precisam estar no álbum, revelá-las e enviar acompanhadas de cartinhas de agradecimento – ensina Juliana.

Outra dica legal desta ex-noiva é separar as fotos em etapas e fazer cada etapa em dias diferentes.

–  Fica menos cansativo e melhor selecionado. Se quero uma foto do vestido, fico indo e vindo até achar a melhor! – conta Juliana.

Em poucas palavras, o fotógrafo Gustavo Marialva sintetiza um norte para ajudar nesta missão:

– O álbum não é apenas uma maneira de mostrar as fotos, mas é a memória do seu casamento e o início da família. Pense como você gostaria que fosse contada a história do seu casamento, as pessoas que não podem faltar. Tente fugir um pouco das fotos posadas para que não fique um álbum monótono – ensina.

Acostumado a ver suas noivas atravessando esta longa jornada de seleção, o casal de fotógrafos Debora e Anderson Marcello, à frente da empresa Anderson Marcello Fotografia, concorda e conta que esta dificuldade na escolha é muito comum e realmente complexa.

– Algumas noivas ligam e falam: “por que você não me entregou só 75 fotos? Ou no máximo 100? Isso iria me ajudar bastante!” (risos) – conta a fotógrafa Debora.

Álbum de casamento produzido pela empresa Anderson Marcello Fotografia

Álbum de casamento produzido pela empresa Anderson Marcello Fotografia

Para ajudar as noivas que atendem, o casal criou algumas dicas preciosas que a  gente compartilha com as leitoras.  

1) Escolher todas (to-das!) as fotos que mais gostou, montar uma pasta e esquecer as outras.

2) A partir desta pasta, procure contar uma história desde o making até a festa. (Nesse momento de montar a história, os recém-casados já vai percebem que muitas das fotos fazem parte do mesmo momento, por exemplo: o álbum não precisa ter 5 fotos da entrada da noiva, mas precisa ter a melhor foto da entrada da noiva!)

3) Dividir em quantidades de fotos por “tema”: uma sugestão pode ser 20% do álbum com fotos de making of, 30% com a cerimônia e mais 50% com fotos da festa. – Esta divisão tem funcionado muito bem! – conta Debora.

Mas que tipo de fotos não poderiam faltar no álbum? 

Mesmo priorizando as fotos que o casal mais gostou, sem se preocupar com terceiros, algumas fotos não podem faltar, né? Afinal, pessoas tão importantes como os pais e os avós dos noivos são a origem da família, representam a história, as diferentes gerações, e enquanto registro histórico e familiar, a presença deles é muito importante.Tendo isso em mente, a Debora elencou momentos que devem ser registrados no dia já pensando no álbum do casamento:

4) Valorize o Making Of 

– Procure mostrar como foi esse momento, não escolha apenas fotos da maquiagem, mas mostre o seu dia, quem estava lá com você, seus sorrisos, seus momentos – conta Debora.

E eu faço coro total. Sempre falo aqui no blog que sinto o making of como um momento super “ritualístico”, aquele em que somos “preparadas” para iniciar uma nova etapa da vida. Me faz sempre lembrar do meu making of, quando me vi com minha mãe, avó e irmã, perfumes, óleos, joias, flores. Uma coisa meio indígena, meio tribal, das mulheres mais velhas da família que se reúnem para preparar a mais nova para a nova fase da vida. Por isso, reverencie este teu momento de transformação, suas últimas horas de solteira, de filha, antes de ser a mulher, a dona da casa, que vai liderar a sua própria família ao lado da pessoa que você ama.

004

5) Escolha pelo menos uma ótima foto pós-making of, com o look “pronto para casar”;

– Geralmente após o making of é realizado um pequeno ensaio, então explore essas fotos, inclua pelo menos uma lâmina em seu álbum desse pequeno ensaio. Acredite: faz diferença! – recomenda Debora.

6) O noivo sozinho com os seus pais e a noiva sozinha com os seus pais;

Nem precisa explicar né. Afinal, nossos pais nos deram a vida! Precisa de mais motivos para homenágea-los? Fora que os futuros netos vão adorar ver como os avós estavam chiquérrimos no dia do casamento dos seus pais!

7) Os avós dos noivos;

Se os pais são importantes, imagine os avós… Origem de tudo, história, família em seu sentido mais sublime ter os avós no dia do casamento, não é verdade?

– Sempre aconselhamos nossas noivas a fazerem cada um uma foto com seus respectivos avós e, depois, uma foto bem família, com todos os avós, pais e noivos juntos. Na hora de escolher para o álbum, pode priorizar a foto em que estavam todos juntos! – recomenda Debora.

8) Fotos da primeira dança;

Momento mágico… Tem que ter pelo menos uma foto bem linda da primeira dança juntos, como marido e mulher!

9) Fotos do casal ;

Não deixe de reservar um momento para fotos só de vocês dois, em um clima mais intimista. Nem sempre os fotógrafos conseguem tempo entre a cerimônia e a festa para este ensaio no dia do casamento (se você ainda não casou, reserve um tempo para estas fotos, vale a pena!). O resultado é encantador e com certeza renderá sorrisos de vocês dois e muita troca de carinho ao folhear o álbum!

0030.110) Fotos geral dos padrinhos

– Algumas noivas colocam no álbum a foto da entrada de cada casal de padrinhos na igreja e também as fotos posadas. Acredito que não precisa ter tantas fotos dos padrinhos no álbum. Sempre indico colocar apenas as fotos posadas, aquelas que fazemos logo após o corte do bolo, e na entrada colocar o noivo entrando e os pais. E lembre-se: essas fotos posadas com os padrinhos não precisam ser tão sérias, podem ser bem descontraídas, com a cara do casal –  diz Débora. Pois meninos, sejam criativos nesta hora!

0029.1

Fotos do álbum de casamento produzido pela empresa Anderson Marcello Fotografia