PROCURA FORNECEDOR?

Inscreva-se: WeddingLab 2016 no Paço Imperial

WEDDINGLAB em PB JPG

Meninas e meninos, noivas e fornecedores, pensem um WEDDINGLAB com cerimonial do mestre dos mestres Roberto Cohen, no palacete do Paço Imperial, co-realizado pela Granado Pharmarcias? E o mais bacana: um evento que fugirá do óbvio e conectará o universo do casamento com a história do Brasil, a história da primeira noiva princesa do Brasil. Mais especificamente, a jovem Carolina Josefa Leopoldina de Habsburg, a nossa futura Imperatriz Leopoldina. Uma experimentação pensada para linkar referências da sofisticada Viena com o charme tropical do Brasil, pelo qual Leopoldina se apaixonou a ponto de assinar o tratado da independência do nosso país. Como sabemos, nosso objetivo maior é reunir os casais de noivos cariocas com os fornecedores de casamento mais bacanas da cidade e, para isso, um time seleto de 35 fornecedores estará presente no tradicional showroom de casamento para mostrar suas novidades.

Quer garantir sua vaga? Inscreva-se! Entrada gratuita, mediante inscrição prévia nestes links:

INSCRIÇÃO PARA NOIVAS => CLICAR AQUI.

INSCRIÇÃO PARA FORNECEDORES => CLICAR AQUI.

A decoração, pela primeira vez em um evento do Colher de Chá, será assinada à quatro mãos, com Daniel Cruz e We Do Botânica, que, inspirados pela beleza exuberante do Brasil e pela sofisticação da família real de Viena, idealizarão um ambiente clássico tropical em tons de verde, dourado e branco que encantará a todos os convidados.

Oficinas interativas

Logo depois da abertura do evento, feita por Manoela Cesar, Roberto Cohen e Nazish Munchenbach, terão início no saguão do showroom as oficinas interativas de noivas e fornecedores: Maquiagem com Phebo Maquiagem e Blink by Torquatto e grinaldas; oficina de caligrafia com Castor Grafia e Lacres D Cera; Estilo para convidadas, mães e madrinhas com Débora Matulevicius e os alunos de Figurino e Indumentária da Universidade Veiga de Almeida ensinam sobre a moda do século XIX.

Mesa Redonda Leopoldina A Noiva de Viena

Trazendo a parte histórica do evento através de um bate-papo sobre o noivado de Leopoldina e D. Pedro I, Manoela reunirá um ilustre time na Sala dos Archeiros para a Mesa Redonda Leopoldina A Noiva de Viena (mediante inscrição prévia neste link), com a escritora e biógrafa de Leopoldina Glória Kaiser, a embaixadora da Áustria no Brasil, Marianne Feldman, a quinta neta de Leopoldina, princesa Paola de Orleans e Bragança, a pianista Rosana Lanzelotte e Bruno de Cerqueira. O concerto A Música & Leopoldina, com Rosana Lanzelotte e Antón Carballo, pianoforte e violino, encerrará a palestra, que acontecerá simultaneamente às oficinas no saguão.

Orquestra e desfiles no saguão do showroom

Cássio Vieira Coral e Orquestra interpretará músicas de Mozart e Beethoven no concerto A Música & Leopoldina às 16h e, logo depois, terá início o desfile de moda com vestidos de noiva de Marie Lafayette, Carol Hungria e Morena Andrade; ternos para noivos com Eduardo Guinle e vestidos para madrinhas com Débora Matulevicius.

Degustações de bufê e doces finos

O Restaurante Atrium, do Paço Imperial, será palco para a degustação do menu de canapés da D.A. Gastronomia em parceria com a consultora gastronomica Ana Roldão, que serão inspirados nos banquetes imperiais, em harmonia com vinhos Leopoldina da Casa Valduga por Wines & Roses. Depois terá início a degustação de doces finos com os fornecedores de doces e bolos parceiros do evento.

Palestra de Beleza com Fernando Torquatto

O maquiador Fernando Torquatto, queridinho das famosas, fará uma palestra sobre beleza na Sala dos Archeiros (mediante inscrição prévia neste link).

Será dia 10/04, um domingo, à partir das 15h, no Paço Imperial. Quer garantir sua vaga, com entrada gratuita? Inscreva-se AQUI. Se você é fornecedor de casamento, historiador ou imprensa, cadastre-se AQUI.

Paço Imperial será palco do próximo WEDDINGLAB, no dia 10 de abril

Paço Imperial será palco do próximo WEDDINGLAB, no dia 10 de abril

29-_Imperatriz_rainha_D._Leopoldina

A NOIVA DE VIENA

Em 2016, completam-se 200 anos do noivado da princesa Carolina Josefa Leopoldina de Habsburg, a nossa imperatriz de sangue austríaco e coração brasileiro, com o então príncipe Pedro de Alcântara, futuro imperador D Pedro I. O ano era 1816 e as resoluções do recém-finalizado Congresso de Viena mudariam para sempre a vida de Leopoldina. Metternich, braço direito do imperador Francisco I, e o diplomata português radicado no Brasil, Marquês de Marialva, assinaram o acordo do casamento que poderia ter sido apenas mais um noivado arranjado com objetivos diplomáticos entre dois reinos não fosse um detalhe: Leopoldina se apaixonou pelo retrato pintado de Pedro e mergulhou de cabeça neste casamento.

No ano seguinte, em 05 de novembro de 1817, desembarcaria no Rio de Janeiro aquela que seria a primeira noiva princesa do Brasil. Já contagiada pelo romantismo efervescente de Goethe, Leopoldina atravessou o oceano apaixonada por Pedro, mesmo só o tendo visto por quadros. Mas, muito além de uma jovem sonhadora, desembarcaria no Rio a futura imperatriz que assinaria o tratado de independência do Brasil, o país tropical que aprendeu a amar.

Criada sob rígidos ensinamentos diplomáticos, numa época em que as princesas austríacas eram educadas para serem “peças de xadrez” no tabuleiro dos conflitos internacionais, a jovem “Poldl” assistiu, de camarote, às batalhas napoleônicas contra seu pai, o imperador Francisco I. Nem todos os brasileiros se atentam para isso, mas Leopoldina é filha da imponente Casa de Habsburg: sobrinha-neta da célebre rainha Maria Antonieta, bisneta da poderosa Maria Theresa A Grande e cunhada do polêmico e implacável Napoleão Bonaparte.