PROCURA FORNECEDOR?

Mariana & Thiago

A Mariana é uma mulher antenada, estilista, que sempre viaja para cobrir a Semana de Moda de Nova York (NY). Numa destas viagens, ficou hospedada na casa de uma amiga que morava lá. A amiga decidiu convidar um amigo em comum, o Thiago, que também estava de passagem pela cidade, para um jantarzinho despretensioso. Por sorte, ele tinha ido a uma convenção em Orlando e resolveu dar uma esticadinha até Nova York. O ano era 2011.  Mariana morava em Milão (Itália) e Thiago em São Paulo (SP). Em NY nada aconteceu, mas os dois começaram a se falar por skype praticamente todos os dias, até que decidiram se encontrar na Espanha, um “território neutro, para saber se só a conversa era boa, ou se tinha algo a mais”, conta Mariana.

– Nos encontramos e foi um conto de fadas. Fizemos Salamanca e Ávila de carro, e foi lá que realmente nos apaixonamos. Um mês depois eu fui para o Brasil para encontrá-lo e fiquei “indo e vindo” por um ano, até decidir voltar de vez para o Brasil, após 8 anos de Itália – lembra a recém-casada.

A fase do noivado foi muito gostosa, pois parece que tudo já estava pronto. Não tivemos nenhum stress para os preparativos, mas tenho que dar o mérito para minha sogra Fernanda Biasi, pois minha mãe mora nos EUA e para minha grande surpresa, foi diagnosticado um câncer no meu pai e eu fiquei totalmente do lado dele. Se não fosse minha sogra, nosso casamento teria sido uma confusão. Ela contratou uma assessora, a Rita Lima, que foi imprescindível para que tudo ficasse organizado. Outro grande tesouro foi a Rosa Cravo, empresa de decoração. Eu só disse as cores e o estilo que gosto e o que não gosto e ela fez mais do que eu esperava! Sou imensamente grata! – comemora.

– Quanto ao vestido, foi um problema… Como eu viajo muito a trabalho, eu fui para NY, Londres e Milão e tinha certeza que iria achar alguma coisa lá. Mas eu não sabia como eu era difícil e não me identificava com uma noiva tradicional. Tudo o que vestia me fazia sentir outra pessoa. Cheguei a ir de Vera Wang a Valentino, mas NADA me agradou. Fui também em todas as feiras de noivas aqui em São Paulo, e até gostei dos vestidos da Glória Coelho e da Rosa Clará, mas continuava insatisfeita…. – conta.

Um dia, Mariana estava em Milão e entrou no Valentino para ver vestido e acabou achando uma sandália, que era A sandália…

–  Não importava o vestido, mas aquela era a minha sandália! E foi aí que tudo começou! A sandália inspirou o vestido e, a partir daí, eu comecei a desenhar (sou formada como estilista pela FASM). O meu vestido foi tudo o que sempre quis… e fiquei super feliz com ele! Acho que ele tem muito da minha personalidade. A partir daí eu decidi desenhar vestidos de noivas, exatamente pela falta de vestidos mais diferentes e mais modernos. Acho que a maioria das mulheres hoje que se casam com mais de 30 anos, já trabalham e já sabem o que querem, é difícil achar algo que não seja o tradicional. Senti falta de vestidos com mais identidade, com charme, com sensualidade, enfim, uma mulher moderna e chique – resume.Vamos ver como ficou este vestido chic e autoral feito pela própria noiva estilista, pelo registro da querida parceira Quattro Filmes? Aperte o play!

Fornecedores-casamentos-reais

Filmagem: Quattro Filmes | Fotografia: Armando Grillo e Daniele Oberauch | Cerimonial: Rita Lima | Decoração: Rosa Cravo | Banda: Narcisa | Doces: Fernanda Gabriel e Cau chocolates | Bolo: Fernanda Gabriel | Bem casados: Célia Bem Casados | DJ e iluminação: DB2 produção | Make up e cabelo: Bettina Schutze | Lembrancinhas: Peppermint Place