PROCURA FORNECEDOR?

Marina ♥ Henrique

Um casal apaixonado – pelo mar, pela praia e pelo amor de um pelo outro – deita junto nas areias paradisíacas do arquipélago de Los Roques, no Caribe. Um amigo recente, sentado perto, pergunta se eles são casados, e ela responde: “não”. Simultaneamente, ele responde: “quase!”. Ela, ainda sem saber das intenções dele, ri da resposta. Pouco tempo depois, ele se ajoelha e oficializa, ali, em meio àquele cenário de sonho, o que há tempos já planejava sozinho. Ao voltar para o Rio, ele faz tudo como manda o figurino: compra uma aliança na mística Tifffany’s e sela o noivado em um romântico jantar no Zaza Bistrô. “Foi lindo!”, conta Marina, a protagonista do nosso post de hoje – e o nome dela poderia ser mais apropriado?

Marina e Henrique-22

O casamento, claro, teria de ser na praia. Búzios foi o destino escolhido. “Por amor ao mar e à natureza e por não sentir a necessidade de casar na igreja, a escolha foi muito natural. Quem celebrou a cerimônia foi meu tio-avô, que é um sábio e disse coisas lindas”, lembra Marina, que também teve outra participação especial na cerimônia: a cachorra a Bella, uma “filha” do casal. “A Bella já era minha e o Henrique adotou como dele tambem. Virou a nossa filha e sempre brinco que hoje em dia ela ama mais a ele do que a mim! Ela nos acompanha em tudo! Desde o inicio sabiamos que ela participaria do casamento.

Bella entrou ao som de “who let the dogs out” e foi super engraçado! “Ela veio toda envergonhada, acompanhada pela nossa madrinha Pati, que também ama a Bella demais! E foi perfeito, Bella chegou trazendo a concha com as alianças e se deitou sozinha entre nós dois, sem eu dizer nada. Ela sabia que o lugar dela era ali! Foi muito especial!”, recorda.

Um momento controverso no casamento foram as aparições de vários quebra-nozes na decoração. Eu, Manu, adorei. A noiva, não.  “Foi criatividade da decoradora e eu só vi na hora… Não gostei, mas todos gostaram e, como eu estava feliz demais para me chatear, deixei pra lá!”, diverte-se.

Na decoração, a noiva tem carinho especial mesmo pelos barquinhos das garrafinhas de vidro, comprados na (minha querida loja) BHLDN. O mimo serviu de lembrança criativa para os convidados levarem consigo. Aliás, eu adorei isso, especialmente. A Marina comprou diversas coisas na BHLDN, um site americano que a gente vive mostrando aqui mas que eu ainda não tinha tido a sorte de publicar nenhum casamento real na qual a noiva realmente tivesse usado as coisas lindas que tem lá. A Marina não se fez de rogada e importou vários itens, inclusive o vestido dela, os das madrinhas, os noivinhos do bolo (sim de papel! Marina agora retirou do suporte e está fazendo um quadro!), a concha das alianças, os cata-ventos, as bandeirolas que enfeitaram o armário com as fotos, os barquinhos de garrafa e até o sapato.

“Amamos nosso casamento, ficamos felizes com o resultado de tudo! Até hoje, ainda ouvimos das pessoas que foi um dos casamentos preferidos dos últimos tempos! Todos ressaltam a leveza, descontração e fuga de certas tradiçoes como o que tornou nossa celebraçao inesquecivel! Muitos usam os termos: original, autêntico, boêmio! Amamos isso!”, comemora Marina.

Os registros lindos desta história vocês podem conferir nas fotos inspiradas do Felipe Luz e no vídeo (emocionante! eu chorei mesmo na hora dos votos deles) da querida Oui Filmes.

Casamento Marina e Henrique Fotos de Felipe Luz Painel de Colher de Chá Noivas

Fornecedores casamentos reaisFotografia: Felipe Luz | Vídeo: OUI Filmes | Vestido da noiva, vestidos das madrinhas, sapato, topo do bolo, concha porta-alianças, lembrancinhas: BHLDN | Grinalda: Ruth Guimarães | Local: Pousada Praia da Tartaruga | Cerimonial, decoração, arranjos florais e bouquet: RRFestas | Bolo: Ana Salinas | Flores do bolo: Bouganvilleas de açúcar | Buffet: Thais Vargas Gastronomia | DJ: Paulo Sattamini | Roupa do noivo: Casa Alberto | Roupas dos padrinhos: Zara