PROCURA FORNECEDOR?

O que é amor para você?

Tenho certeza de que o amor não virou tema central da minha vida quando escolhi ser celebrante de casamentos. Foi o contrario. Escolhi essa profissão justamente porque o amor sempre foi a minha matéria, a minha inspiração, o meu sentimento preferido. Adoro pensar sobre como e porquê as pessoas se relacionam. Como evoluem a cada relacionamento e, especialmente, como evoluem, aprendem, se transformam, dentro de um mesmo relacionamento, com a mesma pessoa, ao longo de anos juntos.

Lu_e_Pedro_0034

Quando vou conhecer um casal para ouvir sua história e escrever a sua cerimônia de casamento, fico curiosa pra saber como se conheceram, é claro. Todos os detalhes são bem-vindos. Há os que lembram a cor da camiseta dela, quando passou por ele no corredor da faculdade pela primeira vez. Às vezes, ela tem certeza de que era amarela, mas ele jura de pé junto que era azul. Eles discordam, nós achamos graça e seguimos em frente.

Lu_e_Pedro_0039

Até que vem a inocente e reveladora questão: “E então, o que é amor pra você?”. Parece simples, mas sei que não é. A maioria das pessoas nunca parou pra pensar exatamente sobre isso. Nunca precisou definir o termo numa redação de vestibular ou entrevista de emprego. Então, pergunto pro casal separadamente. Um responde sem saber o que outro irá dizer. E eles ganham se tiverem definições similares ou complementares. Mas não é um jogo e eu não tenho nenhuma resposta certa. Nem acredito que exista certo e errado quando o assunto é amor. Apenas acredito que eles saiam ganhando, que a relação saia ganhando, quando o amor tem o mesmo peso, massa, volume, cor, tamanho, cheiro, gosto, para os dois.

Anacarreiro&Pedro_THEKREULICHS297 - Cópia

Outro dia assisti um vídeo em que a esposa de um rabino americano – que preparava casais para o casamento – contava a sua experiência. Ela fazia justamente essa dinâmica: pedia ao dois que escrevessem numa folha de papel as suas próprias definições sobre amor, casamento e família e depois trocava os papéis, pra eles compararem o resultado. Pra ela, isso nunca falhava, os casais mais bem-sucedidos eram sempre os que estavam alinhados nestes quesitos.

anaemark3

Percebo como discordar, em alguns casos, é precioso. Como as diferenças trazem um bonito equilíbrio ao casal. Enquanto um é falante, o outro é mais sereno. Enquanto um é curioso, o outro simplesmente embarca na viagem. E tudo bem. Mora aí a riqueza de se relacionar. Mas acho que seria maravilhoso se todos os casais, nos meses que antecedem o casamento, fizessem essa reflexão. O que é amor pra você? O que significa estar casado? O que você entende por família? Lembrando, novamente, que não há regras. Cada casal tem o seu modelo. A única recomendação é dialogar, trocar, chegar num denominador comum e, acima de tudo, se comprometer com cada uma dessas definições ao longo da vida juntos.

Sobre o Colunista

Ilana Reznik cria e conduz cerimônias personalizadas de casamento. Ama escrever, ama gente, ama encontros, ama dias com sol, com nuvem, com chuva. Ama todos os dias. Acredita na delicadeza e no amor, e percebeu que não haveria melhor maneira de celebrá-lo do que participando com afeto e doçura do dia mais feliz da vida de pessoas que se escolheram como eternas companheiras.