PROCURA FORNECEDOR?

{palavra dos noivos} Ana & Rafa: o primeiro ano de casados

 

Há um ano, a Ana e o Rafa tiveram um casamento de sonho. Junto com a família e os amigos, foram para Itatiba, no interior de São Paulo, para dizer sim ao ar livre. Debaixo das centenárias palmeiras imperiais da Fazenda Vila Rica (uma propriedade  importante na história do ciclo do café paulistano), o casal emocionou ao fazer uma cerimônia com a cara deles, repleta de detalhes personalizados, como vocês verão abaixo, nas fotos de Flávia Valsani e no vídeo da Brigadeiro Filmes. Um dos destaques é a papelaria e a identidade visual do casamento, criada por eles, que, além de serem um casal, também são parceiros no trabalho, à frente da BrownSugarBear Design +Art.

Mesmo já morando juntos antes da cerimônia, Ana conta que “casar” mesmo, com véu e grinalda, fez diferença na relação do casal. Agora, 12 meses depois, o blog convidou este simpático casal a dividir com a gente  as alegrias e os desafios deste primeiro ano de casados. Vamos ouvir a voz da experiência?

O que vcs mais gostaram no casamento?

Ana: A organização do casamento, esse tempo de preparo que a gente passa imaginando, desenvolvendo, criando um momento que vai marcar uma passagem de fase na nossa vida, isso foi o mais legal.  Quando decidimos nos casar, estávamos morando em Montreal, no Canada e havia três anos que não víamos muitos dos nossos amigos e parentes. Foi essa saudade que motivou a gente a fazer de tudo para criar um dia muito especial para todos os convidados. Nos envolvemos tanto que no final fizemos nós mesmos os convites, toda a papelaria, o site do casamento e até uma animação de playmobil para o Save-the-Date! Ao mesmo tempo, tivemos que fazer algumas concessões, por exemplo, nos casamos numa quinta-feira de manhã, e não era feriado. Também não teve bem casado, nem luzes de balada na pista.Eu acho que é aí que começa o casamento mesmo, quando a gente organiza uma coisa que tem que agradar aos outros, mas acima de tudo tem que fazer os dois felizes…Agora um ano depois, é muito bom lembrar esse cuidado que tivemos, essa dedicação e poder colocar lado-a-lado com as lembranças dos nossos amigos e parentes se divertindo juntos, se conhecendo.

Rafa: Desde a decisão de casar-se, a organização e até o dia do casamento são processos e passos do casamento em si já. A organização foi muito bacana, toda a energia gasta vale a pena no dia do casamento, para celebrar a união com as pessoas queridas. O processo todo é muito interessante, as decisões, os pitacos familiares e tudo é um grande aprendizado que já vai servindo para o que virá a seguir.  Gostei muito da nossa dedicação para organizar a festa e no dia ver todos se divertindo de uma forma sincera e ver que tudo ficou como imaginávamos.

Fariam alguma coisa diferente?

Ana: Nada. Rafa: Nada. (e passamos 10 minutos pensando… não mudaríamos nadinha!)

Na vida a dois, o que está sendo mais gostoso?

Ana: Parece que o respeito que você sente pelo outro aumenta, ainda mais. Achei isso engraçado, como já morávamos juntos há mais de 3 anos, não achei que fosse sentir uma grande mudança, mas mudou sim, muito e para melhor! Você passa a ver o outro como uma parte importante de você, da sua família, passa a ver a família dele como sua família, sua responsabilidade compartilhada… é interessante!

Rafa: O sentimento de formar uma unidade a dois. O respeito mútuo e dos outros para conosco mudou. É interessante que são mudanças sutis mas que dão um senso de responsabilidade muito importante. Depois do casamento o pensamento de família aumenta e o cuidado com o outro também.

E o mais desafiante?

Ana: Acho que o mais desafiante é se organizar para dar conta de fazer tudo o que temos que fazer juntos, respeitando os horários e a natureza de cada um. Isso porque além de morarmos juntos, nós trabalhamos juntos (só nós dois) e temos que estar sempre nos complementando para fazer nossas tarefas profissionais e domésticas.

Como esta sendo a rotina de cuidados com a casa?

Ana: Corrida, sempre corrida! Mas isso já era antes de nos casarmos, o que mudou foi que aumentou a vontade de ter uma casa gostosa! Eu tenho tido muita vontade de ser mais caseira, fazer mais comida, comprar coisas mais bonitinhas, essas coisas… mas como é tudo muito corrido, ainda estou só na vontade, tenho muito o que praticar ainda!

Rafa: A grande diferença é que a rotina de cuidados com a casa aumentou. Não que não cuidássemos antes, mas o casamento traz uma vontade maior de cuidar da casa. E traz o pensamento a longo termo também, de planejar melhor juntos os próximos passos.

Alguma receita / dica para quem esta prestes a viver tudo isso?

Ana: A dica é se envolvam dos pés à cabeça na organização do casamento, porque é ali que o casamento começa de verdade, nas conversas, nas concessões, nos ajustes entre um e o outro e entre as famílias de um e do outro. Levem a sério as suas vontades e as vontades dos outros, porque é assim que vai ser do casamento para frente. Criar os meios-termos é sempre engrandecedor. E divirtam-se muito, sempre, no antes, no durante e no depois do casamento!

Ana + Rafa from Brigadeiro Filmes on Vimeo. (o vídeo tem na trilha a canção “French Navy”, que é também  trilha do vídeo de apresentação do Colher de Chá, amei esta coincidência!)

Fotografia: Flavia Valsani | Vestido de Noiva: Anne Jean-Michel | Locação: Fazenda Vila Rica | Cerimonial: Invite Eventos | Vídeo:  | Decoração: Concept Party | Doces: Lia Jordão | Buffet: Baracat | Bolo e Cupcakes: Make the Cake | Papelaria: BrownSugarBear Design +Art (empresa dos noivos!)