PROCURA FORNECEDOR?

PERFIL DE FORNECEDOR: GLACÊ REAL

O casamento é o encontro de almas gêmeas e a confeitaria também. A Glacê Real, referência em bolos para casamentos nasceu do encontro entre Luisa Fernandes e Junior Saldanha dois apaixonados pela arte da confeitaria.

A primeira experiência de Luisa Fernandes foi há 26 anos quando fez o bolo da 1ª comunhão do filho. Todo mundo gostou e choveram encomendas, então, Luisa começou a investir em cursos para continuar encantando os clientes, que a cada dia aumentava. O maranhense Junior Saldanha chegou ao Rio de Janeiro em 1997. Foi ajudante de Dona Quininha, uma das maiores doceiras da época. Junior tentou escapar de sua vocação ao se formar em turismo, mas, se convenceu que nasceu para ser boleiro e não para de estudar e aprender mais técnicas.

Luisa e Junior já eram conhecidos no mercado quando resolveram unir seus talentos. Para selar a parceria, um nome marcante, em português, fácil de memorizar, que tivesse algo de soberano e que tivesse relação com o trabalho. Como o glacê real norteia a confeitaria e os bolos clássicos sempre têm lugar, Glacê Real Atelier foi a escolha da dupla que não abre mão de conversar com os noivos antes de colocar a mão na massa, quer dizer, no glacê.

image00

Conte-nos um pouco sobre a história de vocês, como surgiu a ideia de trabalhar com bolos?
{Luisa Fernandes } Eu comecei há 26 anos fazendo um bolo para a 1º comunhão do meu filho, foi um desafio que eu abracei com muita coragem, pois, queria muito fazer e fazer bem feito, eu tinha poucas técnicas, mas tinha muita vontade. Foi um sucesso e logo os amigos começaram a pedir e os amigos dos amigos… A partir daí comecei a fazer bolos sob encomenda. Precisei buscar mais técnicas e fazer cursos de aperfeiçoamento para atender esse público que só crescia e cada vez foi ficando mais exigente esse mercado de bolos confeitados e artísticos, e, consequentemente o de casamento também!

{Junior Saldanha} Eu, natural do maranhão vim para o Rio em 1997. Conta minha mãe que eu já tinha vocação para confeitar. Aqui no Rio fui ser ajudante de uma das maiores doceiras do Rio de Janeiro da época, Dona Quininha. Lá foi a minha escola, onde aprendi quase tudo que hoje é fundamental para o exercício da confeitaria artística. Até tentei mudar, me formei em Turismo, mas a confeitaria falou mais alto. Então cada dia busco, desenvolvo novas técnicas e aprimoro meus conhecimentos para atender cada vez melhor nossos noivos.

O nome de vocês lembra muito a realeza, como foi a escolha do nome? Vocês acham que existe essa tendência de casamentos clássicos também para os bolos?
{Luisa Fernandes e Junior Saldanha} Sim, esta sempre foi a nossa proposta, queríamos que nossa marca tivesse algo soberano. Quando resolvemos trabalhar juntos, tínhamos dois nomes consolidados no mercado de bolos e festas, então resolvemos criar uma marca que representasse os dois, mas, não queríamos nomes estrangeiros, queríamos um nome forte e fácil de memorizar e que representasse o nosso trabalho, daí a ideia do Glacê Real Atelier. Glacê real é a base da confeitaria, indispensável no acabamento dos bolos. Nos casamentos o bolo clássico nunca sai de moda. Pode vir o moderno, o contemporâneo, o vintage, mas o clássico estará sempre presente. Sempre haverá uma noiva que no seu mais sublime sonho pensou num casamento clássico de contos de fadas.

E como o bolo de casamento surgiu no portfólio de vocês?
{Luisa Fernandes e Junior Saldanha} O mercado de casamento é um dos mais exigentes, e fazer parte dele é uma consequência da qualidade do nosso trabalho, que sempre estamos nos aprimorando. Cada casamento é uma história na qual fazemos parte dela como nossos bolos.

Este público é muito diferenciado? Como é a criação e a escolha dos bolos?
{Luisa Fernandes e Junior Saldanha} Sim, diferenciado e muito exigente. Fazer parte dele é para poucos. Hoje temos um atelier onde atendemos os noivos para conversarmos e entendermos o que cada noiva pensa para o seu bolo de casamento. Aqui geralmente após conversarmos, damos opiniões e fazemos um croqui do bolo aprovado pela noiva e, então, colocamos em prática e executamos fielmente os mínimos detalhes do bolo.

Você acha que cada noiva tem um estilo? Existe um estilo na criação do bolo?
{Luisa Fernandes e Junior Saldanha} Sim. Cada noiva tem personalidade própria e seus próprios sonhos. Não podemos esquecer que o dia do casamento há toda uma expectativa, onde os noivos são o centro das atenções e o bolo também tem destaque. O bolo do casamento geralmente reflete o gosto da noiva, seus desejos. Queremos que o bolo reflita a identidade do casamento. Quando pensamos um bolo de casamento, pensamos num todo, onde decoração e bolo fiquem harmoniosos.
13639574_10209375615128258_2049397373_o

13618062_10209375615008255_114797209_n

bolo

 

Quer conhecer melhor o trabalho da Glacê Real? Entre em contato:
Telefone: (21) 2527-5745 | (21) 2507-6496
Website: www.glacerealatelier.com.br
Facebook: www.facebook.com/GlaceRealAtelierRJ
Instagram: www.instagram.com/glacerealatelier