PROCURA FORNECEDOR?

Simone ♥ Rodrigo

Há algum tempo, publicamos aqui um ensaio de noivado feito do alto de um balão, inspirado no filme “Up – Married Life“. Agora, temos o prazer de compartilhar as fotos do casamento da Simone e do Rodrigo, que tem como tema esta fofa animação da Pixar sobre a (feliz!) vida de casado.

Muito criativa, esta cerimônia é especial por vários motivos. O casal já está junto há 12 anos e tem uma filha de 11 anos. A cerimônia veio então do um sonho de oficializar e celebrar um amor que já deu certo. Um pedido de Rodrigo que surpreendeu Simone e fez o casal sonhar com um dia de festa com a família e os amigos. Mesmo morando em Brasília, Simone e Rodrigo fizeram questão de casar no Rio de Janeiro, cidade natal. O lugar escolhido foi o Recanto do Barão, sob os pés do Cristo Redentor.

Registrado pelo fotógrafo Gustavo Marialva, o casamento apostou alto no charme vintage dos balões de gás e na mescla de cores fortes e pasteis. Outra citação ao filme foi a caixa de correios, na qual os convidados depositavam cartões postais personalizados com mensagens para o casal. Para a gente entrar ainda mais no clima do filme, logo abaixo das fotos coloquei um trechinho dele!

Captura de tela 2013-01-03 às 12.33.23

– O fato do casal querer celebrar a união, mesmo morando junto há anos e tendo uma filha já quase adolescente;
– O estilo do noivo, que trocou a tradicional flor na lapela por um broche de guitarra feito por ele e as abotoaduras por caveirinhas;
– Os convites ilustrados e o envelope dos convites, com tecidos liberty;
– O topo do bolo, da Pati Mendes, com mini-balões, ganhou nosso coração;
– A caixa de correios e os cartões postais feitos especialmente para guardar as mensagens dos convidados para os noivos;
– A mesa de chocolates, com torre de macarons e varal de bandeirinhas;

“Namoro o Rodrigo há 12 anos, temos uma filha com 11 e vivemos juntos há mais de 5, mas eu ainda sonhava com a “oficialização” disso tudo.  Um dia, o tal pedido veio com um bilhetinho fofo dentro de uma caixinha de presentes. 

Os preparativos foram uma loucura! Tive apenas 7 meses para cuidar de todos os detalhes com um agravante: a distância. Moramos em Brasília, mas não abri mão de fazer o casamento no Rio, nossa cidade natal.  Justamente por isso fiz questão de um lugar com uma vista privilegiada da cidade. Visitamos mil lugares, mas assim que entrei no Recanto do Barão não tive dúvidas: a vista espetacular, o gramadinho e o clima intimista, com aquela carinha de “receber os amigos em casa” me conquistaram de vez. Fora isso, a possibilidade de poder montar tudo do meu jeito e escolher todos os fornecedores foram decisivos.

O casamento foi a celebração de um amor já vivido.  Um dia para comemorar com as pessoas queridas a felicidade estar juntos. Por isso, a festa tinha de ter o nosso jeitinho (e isso na prática foi bem complicado). Tenho o hábito de escutar bastante os conselhos de todo mundo e é delicado estabelecer o limite entre pegar as dicas e inspirações bacanas e se deixar influenciar por ideias que não combinam com a sua personalidade. Essa pra mim foi a parte mais difícil. 

Outro ponto fundamental: encontrar fornecedores que comprem as suas ideias. Quando conheci a Vivi Gratz, senti que “falávamos a mesma língua” e isso é fundamental quando se trabalha a distância. Suas dicas me deixaram segura e consegui, por exemplo, abrir mão do toldo que cobriria o jardim. Tínhamos um plano B, mas fiquei confiante que o meu casamento teria o sol brilhando sem nenhum toldo atrapalhando a tão sonhada vista pro Cristo. E assim foi!

Fiz questão de cuidar de perto de todos os detalhes e isso me custou muitas madrugadas em claro. Sou apaixonada pelo filme “Up”, da Disney, e quando estava definindo o conceito da festa me deu um estalo de que era isso que eu queria: cores, sonhos, aventura, objetos que remetam a movimento (bicicletas, balanços, carrinhos…) e, principalmente, muito amor. Enquanto isso aqui no Rio minha mãe e minha sogra se viraram nos 30 pra me ajudar com tantos detalhes. O noivo botou a mão na massa, pintou bandeirinhas, plaquinhas e fez sozinho a guitarrinha que ele colocou na lapela. Sensacional!

A música foi um capítulo a parte. Todas as canções tinham relação com a nossa história. Nossa filha levou as alianças e entrou com “sugar sugar”, do The Archies, que cantávamos para ela quando era bebe. Alguns padrinhos foram nossos cupidos no começo do namoro e para eles escolhemos “with a little help from my friends” dos Beatles. O Rodrigo queria uma música bem marcante para entrada e foi de “I feel good”, do James Brown. Tivemos ainda mais Beatles, Cartola, Coldplay, U2 e, para a entrada das crianças, sítio do Pica Pau amarelo. Mais eclético impossível. Ter uma orquestra tocando deixou a cerimônia mais emocionante! No final, o Cordão do Bola Preta tocou marchinhas clássicas, bem cariocas. Já Brasília foi lembrada pelas máscaras do Joaquim Barbosa e da Dilma que usamos no final. Fizeram o maior sucesso!”

escadaria

montagem noivo

entrada da dama e pajem

dama de honra

noivo emocionado

altar geral

altar

beijo altar

saida dos noivos

cristo vista

cupcakes

caixa de correios

baloes

guia de fornecedoresFotografia: Gustavo Marialva  | Local: Recanto do Barão (Santa Teresa, RJ)  | Cerimonial e decoração: Viviane Gratz | Torre de Macarons: Paradis | Buffet e Open Bar: Atlântico | Brinde para os convidados: FotoCabine | Celebrante: Juíza Sônia Regina Novaes, cartório do catete | Doces portugueses: Barriga de Freira | Doces: Neide Carraro | Chocolate: Le chocolate | Brigadeiros e cakepops: Fabiana D’angelo | Bem-casados: Elvira Bona | Cup Cakes: Cup’s & Co | Bolo: Vera Andrade | Topo de Bolo: Pati Mendes | Alianças: Vivara | Jóias: H. Stern | Ilustração convite: Bianca Tupinanmbá | Envelopes: Zoopress | Cabelo e Make: Dennya Carvalho | Sapato: Sonia Barreto | Vestido: Rosa Clará | Vídeo: Operti | Música: Entreatto, Dj Marcelo Paes, Cordão do Bola Preta